Últimas dicas e tendências para redes sociais corporativas

Redes sociais corporativas

Trabalhar com redes sociais corporativas significa estar preparado para mudar a qualquer momento o plano estratégico 

Que as empresas brasileiras estão nas redes sociais, isso é indiscutível! Que é preciso aproveitar essa oportunidade para impulsionar suas vendas você também já deve estar cansado de saber. Mas o que isso significa? Que você precisa estar preparado para tudo, inclusive para se adaptar às constantes mudanças das redes sociais corporativas.

De acordo com a pesquisa Social Media Trends 2017, realizada pela Rock Content 92,1% das empresas brasileiras estão nas redes sociais, delas 60% avalia as redes como um canal muito importante para os negócios. Entre as principais vantagens de estar presente, podemos destacar: 83,2% de visibilidade online, 63,2% de interação com público, 77,4% de divulgação da marca, 63,2 de engajamento com a audiência, 50,3% de aumento de tráfego no blog/site, 48,5% de aumento de vendas e clientes.

O que você provavelmente já deve saber:

  • Suas redes sociais precisam seguir a identidade da sua marca.
  • Você deve postar conteúdos relevantes para seu público.
  • Você deve interagir com os consumidores.
  • Sua página jamais poderá ficar abandonada, mas sem esquecer que qualidade conta mais do que quantidade.

Cenário atual e tendências do mercado

Se sua empresa já está no Facebook, é hora de considerar outras redes como Instagram, que tem crescido consideravelmente no mercado corporativo. Porém, com 1,09 bilhão de pessoas conectadas diariamente (um aumento de 16% a cada ano), o face ainda é a rede social mais popular do mundo. Quando falamos de dispositivos móveis, isso é ainda mais evidente, ele detém  77% das conexões de mídias sociais.

Se você trabalha com marketing digital ou áreas relacionadas provavelmente já deve ter se acostumado a mudar seu plano estratégico com frequência. Já estamos na metade de 2017, mas se você ainda não estiver seguindo as tendências do momento, dá tempo de mudar e converter as estratégias em vendas.

Veja agora 6 tendências para implementar nas redes sociais corporativas:

  • Conteúdo de vídeo: o conteúdo de vídeo ao vivo está crescendo cada vez mais. De acordo com a Social Media Examiner 14% dos profissionais de marketing utilizaram o mecanismo pela primeira vez em 2016 e 58% planejam usar vídeo no Facebook ainda neste ano, segundo os dados da nova pesquisa da HubSpot, Estado do Inbound. O Facebook Live é o mais famoso, além dele o Instagram e o Twitter lançaram suas versões. Quanto ao conteúdo, você pode postar palestras, eventos, usar o vídeo ao vivo para atendimento ao cliente criando sessões de perguntas e respostas e demonstrações de produto. Usando a estratégia certa os vídeos geram engajamento, pois há espaço para comentários, perguntas e feedback do público.
  • Apps de mensagens: os apps de mensagens são usados por 4 bilhões de pessoas em todo o mundo, isso significa que já passou da hora de aproveitá-los. Esses novos meios estão mudando o atendimento ao cliente, garantindo mais rapidez, facilidade e personalização. Além de tudo é um método econômico para as empresa.
  • E-commerce de mídias sociais: alguns apps como Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest oferecem maneiras de os usuários comprarem produtos diretamente dos apps. Ao invés de usar um call to action no Instagram “compre agora”, dê ideias de presentes e tendências de produtos e incentive a compra online sem pedir isso diretamente.
  • Realidade virtual: cada vez mais envolvida no departamento de marketing, a realidade virtual oferece uma experiência de imersão memorável diferente de qualquer outra mídia. Já existem cases das grandes empresas que utilizam a tecnologia.
  • Conteúdo efêmero: podemos usar como exemplo o Snapchat que iniciou a tendência de conteúdo visual efêmero ou que some depois de algum tempo. Depois disso, o Instagram também lançou um recurso muito parecido, mas com uma funcionalidade a mais a de compartilhar vídeos efêmeros e ao vivo. O Face lançou a mesma coisa. Como conteúdos efêmeros as empresas podem compartilhar: instruções de como fazer, concursos, campanhas, sorteios, receitas, entrevistas, séries, anúncios e etc.
  • Competitividade na publicidade para dispositivos móveis: não dá pra prever, é preciso testar os diferentes canais para ver qual tem o melhor desempenho e retorno para o seu público-alvo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *